Nível da Coordenação Motora Dos Alunos de 10 anos dos 5º Anos da Escola Municipal Gleidis Rodrigues De Timbó Grande-Sc No Ano De 2013

Joel Caetano, Roseliane Tibes De Souza, Paulo Roberto Alves Falk

Resumo


A presente pesquisa teve por objetivo verificar o nível de coordenação motora em crianças de dez anos da escola municipal Gleidis Rodrigues da cidade de Timbó Grande-SC. Caracterizou-se por uma pesquisa de campo de cunho quantitativo, tendo uma população de 20 crianças estudantes da escola no ano de 2013, de ambos os gêneros.

Antes da aplicação dos testes foi realizado um levantamento visando obter um breve diagnóstico no que se refere aos estímulos e experiências motoras vividas pelas crianças dentro e fora do ambiente escolar para que, posteriormente se tenha subsídios para a análise dos dados obtidos. Estes receberam um termo de consentimento de participação encaminhado aos pais para obterem as informações necessárias do pesquisador, da pesquisa, da metodologia utilizada, qual a estimativa do tempo gasto para realizar o teste e o que será feito com o resultado dos testes e sua importância. O instrumento utilizado na coleta de dados foi um teste de KTK Teste de coordenação corporal para crianças. (KIPHARD; SCHILLING, 1974). Para este estudo optou-se pela amostragem intencional, os dados foram coletados com 20 crianças, sendo 10 do sexo feminino e 10 do sexo masculino, na faixa etária de 10 anos de idade; nascidos entre Janeiro de 2003 a Outubro de 2003, os quais frequentam a escola municipal Gleidis Rodrigues de Timbó Grande- SC. Os dados foram analisados através de estatística e percentual por intermédio do programa estatístico SPSS 11.5. Em relação ao nível da coordenação motora, verificou-se que meninos e meninas encontram-se em um nível Normal atingindo uma média do grupo de 98,47, segundo a tabela de classificação do teste de coordenação corporal (KIPHARD; SCHILLING, 1974). Percebe-se também que as meninas obtiveram valores médios superiores ao dos meninos, em todos os testes da bateria com exceção ao teste salto mono pedal (SM) onde os meninos atingiram uma média maior que as meninas. Foram utilizados para a captação dos resultados quatro testes do KTK, trave de equilíbrio (QM1), salto lateral (QM2), salto mono pedal (QM3), transferência de plataforma (QM4), em três dos resultados meninos e meninas obtiveram o nível Normal de coordenação, com exceção ao teste de transferência de plataforma (QM4) onde o grupo esteve em uma classificação média inferior aquela que é esperada de acordo com sua idade. Conclui-se que, as crianças analisadas apresentam coordenação motora Normal, sendo que, com estímulos dentro das aulas de educação física, atividades elaboradas de acordo com as fases de desenvolvimento corporal, e o incentivo da pratica de atividades lúdicas, esses alunos apresentarão melhora sem seu desenvolvimento de forma adequada e prazerosa.

Palavras-chave


Coordenação motora; Educação Física; Crianças;



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC