A Vivência Do Estágio Curricular Obrigatório Do Serviço Social Na Equipe De Referencia De Assistência Social De Lages/Sc

Audrilara Arruda Rodrigues Campos, Juliana De Carli, Graziane Ferreira

Resumo


O presente relato se dá no âmbito da Secretaria Municipal de Assistência Social, no setor da Equipe de Referência de Assistência Social, alicerçado na experiência vivida enquanto acadêmica de Serviço Social da Universidade do Planalto Catarinense – UNIPLAC, através do estágio curricular obrigatório, realizado no período de Agosto à Outubro de 2014.A antecipação do desenvolvimento de atitudes/posturas profissionais, com estímulo ao senso crítico e à criatividade, bem como a aplicação prática da teoria apreendida na Universidade, permite-nos maior conhecimento a cerca da profissão. O estágio proporciona ao acadêmico acompanhar o Assistente Socialno âmbito do cotidiano profissional. Por meio da Proteção Social Básicaos usuários da Política do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), o Assistente Social atua frente às demandas dos Benefícios Eventuais, garantidos na Política Nacional de Assistência Social – PNAS, atendendo áreas que não possuem Centro de Referência de Assistência Social – CRAS.Estes benefícios são prestados aos cidadãos e famílias em casos de calamidade pública, situações de vulnerabilidade temporária, nascimento e morte. A experiência adquirida ocorreu através da observação, da participaçãonos atendimentos realizados, como atendimento individual, entrega de cestas básicas e visitas domiciliares, após estes procedimentos, acontecem um momento de diálogo e reflexão a cerca dos mesmos.A atuação do Serviço Social ocorre de forma objetiva, visando ofertar benefícios na perspectiva do direito, da inclusão social e da superação da realidade, contribuindo dessa forma, com o fortalecimento das potencialidades de indivíduos e familiares.O conhecimento adquirido no estágio curricular obrigatório prepara o acadêmico para o mercado de trabalho.Vivenciar a relação teoria e prática contribui para a formação de um profissional crítico e para a real compreensão do funcionamento de uma instituição, bem como as situações problemas que se apresentam no dia a dia de um Assistente Social. O foco é a cidadania, ou seja, emancipar, informar e orientar os cidadãos de seus direitos e deveres, liberdades e restrições, poderes e responsabilidades.

Palavras-chave


Serviço Social, Benefícios Eventuais, Assistência Social



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC