Análise Da Assistência Prestada Aos Pacientes Com Infarto Agudo Do Miocárdio Na Serra Catarinense – Um Estudo Observacional Descritivo Prospectivo

Guilherme Henrique Ávila do Carmo, Lourenço Duarte Zanotto, Ricardo Rath de Oliveira Gargioni, Danielle Ortiz, Tatiane Garcia de Oliveira, Paula Cristina De Siqueira, Camila Antunes Baccin

Resumo


INTRODUÇÃO: Os números da doença cardiovascular são alarmantes: segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia em dados divulgados no ano de 2011, 34% dos óbitos no Brasil são causados por doenças cardiovasculares sendo destes 1/3 causados por doenças coronarianas. Diante das elevadas taxas de mortalidade provocadas pelas doenças cardiovasculares e diante dos números preocupantes dos pacientes que morrem antes mesmo de receber atendimento médico, o Ministério da Saúde publicou a Portaria GM Nº 1600 de 07 de junho de 2011 que institui a Rede de Atenção às Urgências no âmbito do SUS. Dentro da rede de Atenção às Urgências, encontra-se a Linha de Cuidado Cardiovascular, que prevê a integração de vários serviços de saúde com o objetivo de minorar a mortalidade e as sequelas das síndromes coronarianas agudas. Com base nesses dados, propomos uma pesquisa para analisar a adequação dos serviços de saúde da serra catarinense às diretrizes de cuidado do Infarto Agudo do Miocárdio propostas pelo Ministério da Saúde.

OBJETIVOS: Avaliar como é prestada a assistência emergencial aos pacientes infartados na região da Serra Catarinense. Analisar o tempo porta-agulha e/ou porta-balão dos serviços de emergência nessa região. Comparar o desfecho da assistência prestada a partir de indicadores de morbimortalidade na fase aguda do IAM.

MÉTODOLOGIA: Trata-se de um estudo observacional descritivo de abordagem quantitativa. O instrumento de coleta de dados foi baseado nos indicadores do Ministério da Saúde para o funcionamento da Linha de Cuidado Cardiovascular. Os dados serão coletados a partir do prontuário dos pacientes com diagnóstico de Infarto Agudo do Miocárdio internados no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres de Lages; Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos e no Pronto Atendimento Municipal Tito Bianchini.

CONSIDERAÇÕES: A extrema incidência das doenças cardiovasculares, assim como a sua alta mortalidade tornam imprescindíveis a adequação dos serviços de saúde aos protocolos e diretrizes propostos pelos órgãos de referencia. O trabalho apresentado visa descrever a condição dos serviços de atendimento da região serrana assim como servir de base para futuras políticas públicas de intervenção na saúde.

Palavras-chave


Infarto do miocárdio/terapia; Perfil de Saúde; Qualidade da Assistência à Saúde



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC