Mulheres No Ensino Médio: Equidade De Gênero

Carla Valéria Spindola Coelho, Mareli Eliane Graupe

Resumo


Neste projeto de pesquisa desenvolvemos estratégias e atividades que proporcionam a participação de mulheres nas engenharias, sendo que damos ênfase às graduações oferecidas pela Uniplac, que são Engenharia Civil, Engenharia de Produção e Engenharia Elétrica. É fato que as mulheres são minoria nos cursos de graduação das engenharias na Universidade do Planalto Catarinense e, que muitas vezes, enfrentam vários tipos de preconceito e discriminação por parte dos colegas de classe e até de professores. A escola corresponsável pelo desenvolvimento do projeto é a Escola de Educação Básica Vidal Ramos Júnior, situada na Rua Frei Rogério nº 347 no centro desta cidade. Esta escola foi escolhida para desenvolver este projeto porque faz parte de Programa Ensino Médio Inovador - ProEMI. Para a realização desse projeto de pesquisa escolhemos o método quantitativo e o qualitativo. Os referencias teóricos utilizados contemplam autor@s do campo de estudos de gênero, educação e engenharia. A importância do tema igualdade de gênero na educação escolar, nos conteúdos escolares e nos métodos de ensino, e a contribuição nas discussões sobre as estruturas de poder, especialmente, estimulando as meninas para o campo das ciências exatas, engenharias e computação. A pesquisa qualitativa foi desenvolvida sobre as representações que @s estudantes do 3º ano possuem em relação aos cursos de engenharia. Realizamos oficinas para todos os alunos que cursam o 3º ano do ensino médio, para as alunas que cursam Magistério e em outra oportunidade apresentamos a pesquisa para pais e professores da escola. Foram realizadas 15 entrevistas com alun@s do 2º e 3º ano do ensino médio. Acreditamos que a realização desse projeto em parceria com os Cursos de Engenharia da UNIPLAC, possibilita a discussão de temáticas que são essenciais nesta fase da vida, em que as adolescentes estão experimentando a sua sexualidade e prestes a escolher uma futura profissão. A escola desempenha um papel importante na construção de identidades de gênero, e das identidades sexuais, pois como parte de uma sociedade que discrimina ela produz e reproduz desigualdades de gênero. O Projeto busca trabalhar na escola participante e na universidade UNIPLAC políticas, estratégias e ações, que buscam promover e equidade de gênero, estimulando as meninas para a escolha por uma graduação nas áreas das engenharias e ressalta a necessidade do fortalecimento de programas de equidade de gênero na área das engenharias.

Palavras-chave


ensino médio; gênero; mulheres; engenharia; escolha profissional



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC