Avaliação da qualidade de vida, através da aplicação do questionários SF 36 e pré-elaborado, em indivíduos roncadores ou portadores de Síndrome da apneia obstrutiva do sono moderado ou grave antes e depois do uso do Aparelho de pressão positiva

Paulo Roberto Ramos Alves, Fernando Arruda Ramos, Marilia Arruda Ramos, Thaise Brighente Volpato

Resumo


INTRODUÇÃO: A apneia obstrutiva do sono (AOS) é um distúrbio muito frequente da respiração no sono, de etiologia ainda desconhecida. Durante o sono, o nível de relaxamento muscular é tão intenso que ocorre o estreitamento das vias respiratórias, desde a nasofaringe até a musculatura da porção inferior da faringe. A síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) se caracteriza pela presença de sintomas diurnos produzidos por cinco ou mais eventos obstrutivos do tipo apneia e hipopneia por hora de sono. A SAOS representa uma limitação significativa da qualidade de vida do indivíduo atrapalhando desde tarefas rotineiras até casos mais preocupantes como risco de acidentes ocupacionais e automobilísticos, devido a hipersonolencia diurna enfrentada pelos pacientes. O sistema de pressão aérea positiva gera e direciona um fluxo continuo de ar através de um tubo flexível para uma mascara nasal ou nasobucal firmemente aderida a face do indivíduo. Na sua utilização, quando a pressão positiva passa através das narinas, ocorre a dilatação de todo o trajeto das vias superiores

OBJETIVOS: Avaliar a qualidade de vida, através da aplicação do questionário SF 36 e questionário pré-elaborado, em indivíduos roncadores ou portadores de Síndrome da apneia obstrutiva do sono moderado ou grave antes e depois do uso do Aparelho de pressão positiva continua nas vias aéreas.

METODO: Trata-se de ensaio clinico realizado com pacientes advindos de consultório e consórcio de saúde da região de Lages – SC. Participará do estudo uma população de 10 colaboradores roncadores ou portadores de Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono, moderado ou grave. Esses pacientes serão avaliados antes e depois do uso de aparelho de pressão aérea continua positiva por meio de questionário constituído de dois questionários que analisará a qualidade de vida dos entrevistados e captação de dados para identificação pessoal do mesmo.

RESULTADOS ESPERADOS: Com resultados favoráveis e comprovada melhora, poder divulgar entre o meio profissional para que cada vez mais pacientes possam ser informados da alternativa e estarem cientes do beneficio que tal tratamento pode trazer para seu dia a dia. Poder ver e saber do paciente o grau de melhora e satisfação do tratamento, evidenciando o quanto de mudança ocorreu em sua rotina diária em virtude do beneficio gerado pelo uso do aparelho de pressão aérea positiva continua


CONSIDERAÇÕES: Os pacientes com apnéia obstrutiva do sono freqüentemente queixam-se de sonolência diurna excessiva ou sensação de que o sono não é repousante. Esses pacientes ainda podem apresentar depressão, alterações de personalidade, prejuízo das funções cognitivas, atenção, memória e aprendizado. A visão do presente trabalho é avaliar a qualidade de vida dos pacientes roncadores e portadores de síndrome da apneia obstrutiva do sono de grau moderado ou grave antes e depois do uso do aparelho de pressão positiva continua nas vias aéreas, assim visar o bem estar e aumento da qualidade de vida dos pacientes.

Palavras-chave


Apneia obstrutiva do sono; Qualidade de vida; aparelho de pressão aérea positiva



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC