Levantamento de Dados para Futura Implantação de um Prontuário Eletrônico de Saúde Integral

João Gabriel Steffani BURIGO, Matheus Henrique Goularte

Resumo


Introdução: Atender um paciente de forma integral não é uma tarefa fácil. É de veracidade cada vez maior o fato de que doenças se comportam de forma sistemica e tendem a refletir não somente em uma parte do organismo, mas em vários pontos do corpo. Verificar a saúde de uma pessoa completamente se torna muito difícil quando os próprios profissionais estudam e trabalham em áreas distintas; englobar estes conhecimentos é de grande valia para a saúde do paciente, porém, é inviável que um profissional detenha todos esses conhecimentos. A área da saúde é uma das áreas de conhecimento onde há maior necessidade de informação para a tomada de decisão. Devido aos avanços tecnológicos da comunicação e da informática, agregado a uma crescente convicção de que a saúde deve ser vista de uma forma completa e o paciente atendido de forma integral. Com um prontuário de saúde integral, o paciente será atendido de forma completa, interagindo com todos os cursos e utilizando todos os recursos e serviços que a universidade oferece, e então, poder compreender e relacionar todas as áreas de conhecimento em um único objeto de estudo: o próprio paciente. As principais vantagens de se ter um prontuario integral são, o conhecimento agregado entre vários profissionais e a possibilidade de deter várias informações sobre um paciente, ou mesmo, de saber sobre o histórico deste mesmo localizado em um único local. Indo mais além, avaliar a possibilidade de implantar um prontuário eletronico integrado, assim, os profissionais e acadêmicos podem rever e editar os prontuários de seus pacientes de maneira mais fácil, rápida, flexível e segura. O prontuário eletronico traz diversas vantagens como a legibilidade - registros feitos à mão são difíceis de ler, dependendo de quem os escreve. Os dados na tela ou mesmo impressos são muito mais fáceis de ler. O uso do papel também é racionado, gerando maior sustentabilidade. Objetivos: O presente trabalho objetiva levantar dados para implantação de um prontuário de saúde integral para o atendimento dos pacientes que utilizam o serviço do Centro de Ciências da Saúde da UNIPLAC. Metodologia: Para realização deste trabalho serão recolhidos todos os dados possiveis com professores e coordenadores dos cursos que tenham contato direto e indireto com pacientes; são eles: Odontologia, Medicina, Psicologia, Fisioterapia e Biomedicina. Os protocolos padrões e fichas clínicas serão analisados para criação de um único contendo informações gerais, já que em vários casos existem dados duplicados, e em alguns casos, uma ficha acaba por eliminar outra, contendo as mesmas informações. Após a busca e o levantamento dos dados desses prontuários, serão discutidos com outros professores e coordenadores de curso a viabilidade de informações pertinentes a um prontuário completo. Resultados: O trabalho encontra-se no momento em sua fase de criação do prontuário integral, visto que os procedimentos padrão de cada curso já foram analisados.

Palavras-chave


Prontuário Eletrônico; Prontuário Integral;



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC