A Experiência do Eletivo em Ortopedia.

Bruno Schweitzer de Miranda

Resumo


Introdução

O presente trabalho foi concebido a partir das atividades desenvolvidas durante o período do Estágio Curricular (Eletivo), desenvolvido no 4o ano do Curso de Medicina (UNIPLAC). A área de interesse escolhida foi a Ortopedia. Tal trabalho se justifica à medida que descreve e informa à comunidade, várias das atividades específicas realizadas pelo acadêmico nesse cenário, podendo servir de referencial para futuros estágios de acadêmicos de Medicina.



Objetivo

Nesse breve trabalho objetivou-se elencar e descrever as principais atividades acadêmicas desenvolvidas por um estudante de Medicina, ao longo do período de Estágio Curricular (Eletivo).



Métodos

O trabalho caracteriza-se como um estudo descritivo - relato de experiência - a partir das atividades vivenciadas ao longo de cinco semanas de acompanhamento clínico (4/2/2013 a 8/3/2013) da rotina de um profissional médico que atua na área da Ortopedia, uma instituição privada que atende demandas públicas de saúde (SUS) do município de Curitiba-PR – Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. No decorrer da semana típica, desenvolveram-se atividades diariamente (2ª a 6ª feira), principalmente nos turnos matutino e vespertino, totalizando cerca de 140 horas de atividades práticas.



Resultados

Durante o período do Estágio Curricular (Eletivo) foi possível, inicialmente, observar o atendimento ao traumatizado no pronto socorro (realizadas pelo orientador ou residente), visando o aperfeiçoamento e a execução da anamnese, bem como acompanhar e executar a correta realização do exame físico ortopédico, bem como o correto encaminhamento para exames radiológicos. Presenciei diversas cirurgias e também o acompanhamento pré e pós cirúrgico no ambulatório. Desde o início permitiram que eu participasse ativamente das atividades como se fosse parte da equipe. Nas quintas feiras pela manhã, os casos da semana eram repassados aos orientadores durante visita, mostrando todos os procedimentos até a alta do paciente. Houve também inúmeras dicussões, junto aos orientadores, sobre os casos clínicos mais relevantes observados durante o Eletivo (este ocorria nas segundas-feiras no período noturno). Permitiu-se também a identificação das principais doenças/fraturas ósseas (maior prevalência) tratadas pelos orientadores, em todas as etapas do atendimento, desde ambulatorial até emergencial. Como luxações, entorses, fraturas por desportos e acidentes dos mais diversos.



Conclusões

Após o término do Estágio, satisfatoriamente concluiu-se que houve a ampliação da compreensão sobre as principais fraturas ósseas identificadas durante as atividades. Ademais, houve o desenvolvimento das habilidades comunicativas, técnicas e cognitivas do acadêmico, a partir da observação/execução de consultas ortopédicas e das discussões dos casos clínicos mais relevantes.

Palavras-chave


Ortopedia. Ambulatório, Pronto Atendimento. Ciência Médica. Cirurgia



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC