Psicologia na Unidade de Saúde da Família

Bruna Stadnick, Debora Lara Esmelindro Ramos, Giovana Bedin Pereira, Larissa Stenger Antunes, Péricles Lombardi, Tatiane Muniz Barbosa

Resumo


Esse trabalho relata a experiência de estágio em Processo de Organizações de Saúde, 9ª e 10ª fase de Psicologia na Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC, realizado por cinco acadêmicos com carga horária de 5h/a semanais em uma Unidade de Saúde da Família (USF) de Lages/SC no ano de 2013. A Unidade de Saúde da Família em questão tem duas equipes de Estratégia de Saúde da Família que totalizam 24 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, dentistas e auxiliar de serviços gerais. Os objetivos da USF vão ao encontro dos princípios norteadores do SUS: integralidade, universalidade e equidade, preconizados na Lei nº 8.080 (1990). A referida USF atende três bairros, perfazendo um total de 2.060 famílias, e aproximadamente 6.900 usuários atendidos. Os três bairros atendidos tem condições de crescimento, um deles sendo autossuficiente, mas ainda assim os três bairros sinalizam vulnerabilidade social, econômica e política. Vê-se como relevante conhecer o contexto e interagir na busca de atender aos fatores de risco, dando ênfase à família e considerando o meio em que está inserida. A prática do estágio está pautada no conceito ampliado de saúde que não se reduz à ausência de doença, mas uma vida com qualidade. No que se refere à prática do Psicólogo inserido na Saúde Pública, esta deve ser contextualizada, na proposta multiprofissional, comprometida em prevenir, informar, cuidar, proteger, tratar, recuperar e promover saúde. Assim, com vistas a um atendimento humanizado, são realizadas neste estágio algumas atividades coletivas, acolhimento, visita domiciliar, escuta terapêutica, que visam proporcionar ao usuário orientações, informações e condições de acesso às redes de apoio e seus direitos como usuários do SUS. Como estágio profissionalizante, na atuação da atenção primária no SUS, os estudantes devem complementar sua formação, proporcionando-lhes conhecimento mais amplo da realidade brasileira e experiência um novo saber/fazer Psicologia aplicado à saúde coletiva.

Palavras-chave


Psicologia social comunitária; prevenção; promoção; atendimento humanizado.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC