O CENÃRIO MUSICAL EM LAGES (1900-1950) E SEUS PERSONAGENS: ANÃLISES E REFLEXÕES SOBRE ASPECTOS HISTÓRICOS E MUSICOLÓGICO

Clarissa de Sá Pereira, Andrey Garcia Batista

Resumo


Projeto de Pesquisa que investiga aspectos da história da música em Lages durante a primeira metade do século XX, e propõe discutir o tema visando maior compreensão da música no contexto histórico e sócio-cultural. Seguimos uma linha de estudos recente que enfoca objetos de pesquisa presentes em lugares ainda pouco estudados pela Musicologia Histórica brasileira — campo científico que, tradicionalmente, esteve durante décadas voltado somente para regiões de maior visibilidade histórico-documental, como SP, RJ e MG (cf. LUCAS, 1998; BATISTA, 2009). O estudo, ainda em andamento, visa contribuir com o conhecimento sobre a música feita naquele período, quando Lages passava por um processo de transformação de uma cidade pacata de interior com ares rurais para uma cidade com ambições modernas e europeizadas. Estão sob análise: (a) os músicos que atuavam aqui e sua importância para a sociedade da época, (b) o surgimento das chamadas Sociedades Musicais que promoviam a cultura e (c) a presença da música na relação entre os diferentes círculos sociais surgidos na cidade, que tinham os músicos e a música como seu ponto de convergência. Partimos da hipótese de que a música pode exercer papel de intermediadora das várias relações sociais, muitas vezes conflituosas. O principal meio de obtenção de dados é a pesquisa em fontes primárias, incluindo documentos, partituras, fotos e jornais da época, presentes no acervo do Museu Thiago de Castro (Lages, SC). Nas fontes foram encontrados nomes importantes da música lageana como: João Gualberto da Silva, Lourenço Dias Batista, Manoel Nicolleli, entre outros, que tinham grande influência à época, circulando em contextos sociais diversos, tendo a música como meio de inter-relação. Cabe ressaltar, falamos de uma cidade interiorana com uma população urbana ainda pequena, mas que vivia um processo de modernização; assim surgiram práticas que impulsionaram a vida social e cultural, transformando Lages em uma cidade com um fluxo cultural relevante, com uma efervescente vida musical. Partindo dessa premissa, buscaremos aprofundar ainda mais a pesquisa para que a mesma possa servir como uma referência para futuras pesquisas, principalmente da musicologia histórica na nossa região. Também é importante a manutenção desses acervos, na sua relevância histórica, social e cultural de uma cidade como a nossa, que é tão rica historicamente, bem como, colocar em destaque a música feita aqui e os músicos que aqui atuaram para a formação musical de toda uma cidade e até mesmo de uma região.

Palavras-chave


Música, Sociedade, História e Lages.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC