A INSERÇÃO DO PROFESSOR NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: FORMAÇÃO CONTINUADA

Rosmeri Legnaghi Carbonera, Susana Adelina Detoffol

Resumo


Esta é uma pesquisa encaminhada pela disciplina de Pesquisa e Prática Pedagógica (PPP). Parte da preocupação de compreender o processo de inserção do professor na educação inclusiva. A matrícula compulsória de alunos que apresentam deficiências é realidade vivenciada pelas redes de educação do país, porém, muitos professores atuantes passaram pela formação inicial em período anterior a inclusão de disciplinas acadêmicas com perspectiva na educação inclusiva. Para tanto, a formação continuada precisa dar conta de capacitar tanto o professor experiente, como o iniciante, para este novo desafio, uma vez que para o professor das classes comuns, sem formação acadêmica na perspectiva da educação inclusiva, ao receber um aluno com deficiência, de que natureza for, sente-se impactado, podendo causar angústias e incertezas quanto à condução dos trabalhos pedagógicos. Como o professor conduz essas angústias e incertezas é ponto nevrálgico, pois, dele depende a inserção desses educandos e seus sucessos no percurso escolar. Esta pesquisa parte do problema expresso pela pergunta: até que ponto a formação docente continuada, desenvolvida nas escolas públicas estaduais tem possibilitado o desenvolvimento de práticas pedagógicas inclusivas? Portanto, esta pesquisa tem como foco principal conhecer o trabalho de formação continuada desenvolvida em Unidade Escolar - UE da rede pública estadual na cidade de Lages /SC, que tenha desenvolvido como tema a Educação Inclusiva; identificar quais mudanças possibilitou na prática pedagógica da mesma, a formação continuada nas demais unidades escolares que almejam uma prática pedagógica inclusiva. A metodologia de pesquisa será de pesquisa bibliográfica e entrevista semiestruturada com professores e gestores de uma U.E. Para a elaboração do quadro teórico e analisar os resultados da entrevista nos apoiaremos, entre outros, com os autores: SOUZA (2007), NÓVOA (1995), PERRENOUD (2000) e SILVA (2001). Estes refletem sobre a formação continuada de professores e nos darão elementos para a pesquisa na educação. Espera-se como resultado da pesquisa contribuir para mudanças que se fazem necessárias na melhoria da ação pedagógica na escola e consequentemente da educação

Palavras-chave


: Educação inclusiva, Formação Continuada, Prática pedagógica.



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC