Inclusão de aluno com Deficiência Intelectual no Ensino Regular : Possibilidades de aprendizagens.

katia cilene sousa, Kátia Fernanda Correia Jesus, Claudiane KOVALSKI, Susana Aparecida Xavier

Resumo


A presente pesquisa é científica, em desenvolvimento no curso de graduação na educação especial. Trata da inclusão do aluno com Deficiência Intelectual (DI). De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em sua denominação desde 1976, as pessoas com Deficiência Mental (DM), eram consideradas como: leve, moderada severa e profunda. Hoje a nomenclatura trata de Deficiência Intelectual (DI). A inquietação que permeia a inserção e inclusão de alunos com deficiência intelectual no ensino regular é a mesma que nos move nesta pesquisa e que consideramos importante para nossa formação docente. Estudos que promovam o reconhecimento de habilidades dos sujeitos com deficiência intelectual poderão ser de grande valor para a superação de antigos, mas persistentes estereótipos negativos em torno dessa condição humana, favorecendo o reconhecimento da sua capacidade de aprender. O ignorado pela maioria dos educadores são as limitações impostas pela deficiência intelectual; as habilidades que também a distinguem e coíbem muitas vezes, a estruturação de uma práxis pedagógica realmente inclusiva, consciente das verdadeiras necessidades educacionais. A inclusão com o simples objetivo de socialização depende da identificação dos reais problemas para consolidação da integração. Esta situação colocada, nos leva a questionar sobre que práticas pedagógicas seriam efetivas para a aprendizagem dos alunos considerados deficientes intelectuais, especialmente no ensino regular, dos anos finais? Esta pesquisa tem por objetivo de investigar metodologias empregadas na educação básica, nos anos finais; com alunos que apresentam deficiência intelectual que interferem nas suas possibilidades de aprender. O desenvolvimento do presente estudo será de abordagem qualitativa, com procedimentos da pesquisa bibliográfica, entrevistas semiestruturada e observação dos do aluno com DI. A investigação procura assegurar a flexibilidade e ética no confronto e na prática docente. O quadro teórico conta com autores como: Vigostky (1988), Feuerstein (2000), Silva (2003). Como esta pesquisa está na fase de desenvolvimento não temos resultados para serem apresentados. No entanto, ao elaborarmos o projeto criamos uma expectativa que objetiva integrar os princípios que nortearão a pesquisa com a conquista de mudanças por nós almejadas no processo educacional em relação a aprendizagem do aluno. Esperamos, por meio da pesquisa, alcançar nossos objetivos.

Palavras-chave


Educação, Deficiência Intelectual, Aprendizagem



REVISTA UNIPLAC
ISSN 2447-2107
EDITORA UNIPLAC | PORTAL DE REVISTAS UNIPLAC
e-mail: propepg@uniplaclages.edu.br | Fone: (49) 3251-1009
Copyright 2012. Editora UNIPLAC