CONTROLE E REDUÇÃO DE PERDAS DE ÁGUA NO DISTRITO DE MEDIÇÃO E CONTROLE (DMC 3)

ANDERSON LUIZ FRANCIO

Resumo


ente calculada com base no indicador percentual IN049, que relaciona o volume disponibilizado (macromedido) com o volume micromedido, esse índice geral da cidade é de aproximadamente 50%. No saneamento básico, a gestão operacional está em processo de evolução, principalmente com ações de controle e redução de perdas de água e eficiência energética. O estudo tem como objetivo abordar as vantagens da modelagem hidráulica no processo de setorização com o levantamento das perdas de água, conforme o balanço hídrico IWA (International Water Association) no distrito de medição e controle 3. A metodologia utiliza dados hidráulicos, comerciais e topográficos do setor de abastecimento. Com a modelagem hidráulica, foi possível identificar as principais fragilidades no abastecimento de água e direcionar as principais ações, como por exemplo, a gestão de pressão. Foram atingidos resultados substanciais com a instalação de válvula redutora de pressão e controle das pressões e vazamentos de água no DMC 3.

Palavras-chave


Modelagem Hidráulica. Balanço Hídrico. Sistema de Abastecimento. Macromedição. Micromedição. Distritos de medição e controle.

Texto completo:

Sem título