ACOMPANHAMENTO DA REVITALIZAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA DA RODOVIA SC-390: EXECUÇÃO DE BRITA GRADUADA SIMPLES E CAPA ASFÁLTICA

CESAR AUGUSTO MONTEIRO MORAIS

Resumo


O modal rodoviário é o principal meio de transporte de pessoas e cargas no Brasil, sendo diretamente responsável pelo seu crescimento, mas pesquisas recentes revelam condições de inconformidades das rodovias pavimentadas do país, com mais de 60% apresentando problemas, classificados estes com 6,3% como péssimos, 16,1% ruins, 34,9% regulares, e apenas 42,7% do total foram classificadas como bom ou ótimo. Falta de investimentos na manutenção das rodovias pavimentadas, implantação e restauração de novos pavimentos asfálticos, a falta de fiscalização e um controle tecnológico rigoroso estão entre os fatores que norteiam este cenário negativo das nossas estradas. A partir destas circunstâncias este relatório tem como objetivo descrever os processos de execução da brita graduada simples e da capa asfáltica que estão sendo realizados na rodovia SC-30, trecho BR-116 – Campo Belo do Sul- SC, com a finalidade de avaliar se estão sendo executadas conforme as especificações de serviço DEINFRA-SC-ES-P-11/16 e DEINFRA-SC-ES-P-05B/05. Estas foram feitas através de visitas diárias a obra com acompanhamento das execuções citadas e relatório fotográfico, e foram levados em consideração apenas a usinagem, transporte e execução dos serviços como parâmetros de avaliação. De acordo com o que foi visto em campo a empresa cumpriu as especificações executivas, porém, foram observados alguns métodos de execução da brita graduada simples que lhe causaram desperdício de material, retrabalho e aumento de custos até
alcançar a qualidade desejada em projeto e nas normas. Quanto ao trabalho realizado sobre a capa asfáltica não se notou nada fora dos padrões estabelecidos para a obra em questão.

Palavras-chave


Rodovia. Execução. Brita graduada simples. Capa asfáltica.

Texto completo:

PDF